Notícias

Covid-19: como funcionam os testes rápidos de coronavírus?


Covid-19: como funcionam os testes rápidos de coronavírus?

O novo coronavírus e a infecção respiratória causada por ele, chamada Covid-19, são os principais assuntos do momento. O avanço da doença preocupa profissionais da saúde e a população de forma geral, uma vez que a capacidade de propagação do vírus é alta. A recomendação, agora, é clara: se puder, fique em casa. Para prevenção, é importante manter as mãos higienizadas e evitar aglomerações.

O diagnóstico da Covid-19 é feito com exames específicos e deve ser realizado seguindo recomendações de segurança, sempre por pessoas capacitadas. Ao longo do texto, explicamos como funciona o teste rápido, que, em até 30 minutos, identifica a presença do coronavírus. Vamos lá?

Teste rápido para Covid-19

Os testes rápidos podem seguir dois métodos: por secreção nasal e de garganta ou por amostra sanguínea. No Laboratório Carlos Chagas, estamos trabalhando com a coleta de sangue, e não é necessário pedido médico. O resultado, positivo ou negativo para o vírus, sai em tempo recorde. Entre dez e 30 minutos, é possível dar retorno ao paciente sobre o seu quadro.

O exame mede a quantidade de dois anticorpos do nosso organismo, produzidos quando o corpo entra em contato com agentes infecciosos: o lgG e lgM. Para que a resposta seja positiva, é preciso que exista uma quantidade, mesmo que mínima, dessas moléculas no sangue. A análise é feita com uma lâmina de nitrocelulose que reage à amostra e apresenta indicação visual.

A orientação para a realização do teste rápido é que ele seja feito entre o sétimo e o décimo dia do surgimento de sintomas. Assim, a chance de exatidão do resultado é maior. Como a prevenção é essencial, é indicado ir até o laboratório utilizando máscaras individuais ou optar pela coleta domiciliar.

Em caso de dúvidas, entre em contato com a equipe do Laboratório Carlos Chagas via WhatsApp: (32) 98454-6100. Para mais informações, acompanhe nossas redes sociais!