Notícias

Dezembro Vermelho: prevenção e combate a HIV/Aids


Dezembro Vermelho: prevenção e combate a HIV/Aids

Dezembro é o último mês do ano, e, nesse período, falamos sobre a importância da conscientização e da prevenção à Aids. Datas como essa são importantes para gerar debates e reflexões na sociedade em prol da melhora na saúde da população.

O Dezembro Vermelho foi instituído no ano de 1988 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para alertar a população de todos os países sobre os riscos da doença. No ano seguinte, o Ministério da Saúde do Brasil também adotou a campanha. O dia 1º de dezembro é considerado o Dia Mundial de Combate à Aids.

 

Por que Dezembro Vermelho?

O laço vermelho, símbolo da campanha, surgiu no ano de 1991, por meio de um coletivo de artistas de Nova Iorque chamado Visual Aids. O vermelho foi escolhido em função de sua ligação com a paixão e por ser a cor do sangue.

A partir desse momento, o laço vermelho se espalhou pelo mundo todo, representando um sinal de esperança no combate ao HIV.

 

O que é a Aids?

A Aids é uma doença que ataca o sistema imunológico, responsável pela defesa do nosso corpo contra as doenças. Ela é causada pela infecção do Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV). Esse vírus tem a capacidade de alterar o DNA dos linfócitos – células de defesa presentes no sangue –, fazer cópias próprias, multiplicar-se e destruí-los.

É importante ressaltar que nem toda pessoa que possui HIV tem Aids. Isso porque a Aids é o estágio mais avançado da infecção pelo HIV, quando o sistema imunológico está bastante enfraquecido.

As complicações geradas pela Aids ao nosso organismo permitem que outras doenças afetem a saúde humana, podendo levar à morte.

 

As formas de transmissão da doença

Os soropositivos, ou seja, as pessoas que possuem o HIV no organismo, podem transmiti-lo através de relações sexuais desprotegidas e transfusão de sangue infectado. A mãe também pode passar para o filho durante a gravidez e a amamentação.

A contaminação também pode ocorrer por meio de seringas e outros objetos de uso pessoal.

 

Como se prevenir contra a Aids?

Assim como na prevenção a outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), é essencial o uso de preservativos durante as relações sexuais para evitar a contaminação pelo HIV.

É fundamental que se realize a testagem para o HIV de maneira precoce. Caso tenha passado por uma situação de risco, como sexo sem camisinha ou compartilhamento de seringa, a pessoa deve realizar um teste o mais rápido possível.

 

Diagnóstico do HIV

O teste para detectar a presença do HIV é feito por meio de coleta de sangue ou fluido oral em laboratório. Quando a presença de anticorpos anti-HIV no organismo é confirmada, é realizado um outro exame adicional para buscar fragmentos do vírus.

Existem também alguns exames rápidos que podem detectar os anticorpos contra o vírus em cerca de 30 minutos.

 

De acordo com o Ministério da Saúde, os casos de Aids vêm decaindo desde 2012 no Brasil. Apesar do cenário positivo, é essencial que os métodos de prevenção sejam seguidos e que os exames preventivos sejam realizados para evitar as consequências da doença e a contaminação.

E se você deseja contar com um serviço laboratorial seguro e de qualidade, entre em contato com o Laboratório Carlos Chagas. Aqui, nós oferecemos uma estrutura de primeira linha e profissionais altamente capacitados para atender você!